28/05/2016

Reportagem especial: Vinícola Vaccaro

Fotos: André Fuzer
Olá, pessoal.
No último fim de semana, o Degustação do dia esteve na Serra Gaúcha para conferir a abertura oficial do Dia do Vinho, como vocês puderam acompanhar pelo nosso Instagram. No evento, tive a oportunidade de conhecer Francisco Vaccaro, proprietário da vinícola Vaccaro (www.vinhosvaccaro.com.br), de Garibaldi. A convite dele, fui conhecer a vinícola no dia seguinte. Na ocasião, fui recebido por Franciso e seu filho Wiliam, enólogo da vinícola. Muito simpáticos, os dois me apresentaram a vinícola e me contaram um pouco mais sobre sua história.
Vinhos descansando
na cave
A produção vinícola da Vaccaro, segundo Francisco, data de 1992, quando foi feito o primeiro engarrafamento próprio (antes, a família apenas vendia sua produção para outras empresas). Foi em 2004, entretanto, que a produção de vinhos finos se iniciou. De lá para cá, houve uma busca por votar às origens da família na Itália, o que resultou no encontro de uvas tradicionais vinícolas (como a Sangiovese) e na produção de vinhos de qualidade.
A vinícola, pequena e de trato puramente familiar, possui 24 hectares, mas apenas 7 são cultivados para a produção vinícola, o que demonstra a preocupação com a qualidade no cultivo das videiras, que são observadas de perto pelo enóloga da vinícola, Wiliam. O enólogo também explicou que parte dos vinhos da Vaccaro passam por corte em barricas de carvalho francês e americano. Dessa forma, os vinhos pegam estrutura e taninos da madeira, porém não perdem o caráter frutado da uva, fazendo com que a bebida mantenha as mais puras características da fruta, ganhando, entretanto, potência e maciez.
Na ocasião, tive a oportunidade de degustar 3 vinhos da vinícola:

Sangiovese Collina D'Oro 2013:
Sangiovese Collina
D'Oro 2013
Com corpo médio, é um vinho frutado, com notas tostadas, de mel e baunilha. Em boca, é um vinho  equilibrado, com boa acidez e persistência.

Malbec 2013:
Possui aromas de futas vermelhas maduras, compota e manteiga. Em boca, é um vinho aveludado e com boa acidez.

Trifoglio:
Vinho não safrado, trata-se de um assemblage das uvas Cabernet Sauvignon, Merlot e Ancellotta. Possui aromas de frutas negras e especiarias. Em boca, é um vinho bem-estruturado, com notas tostadas e de uva-passa.

Em breve, o blog trará degustações completas de vinhos da Vaccaro. Aguarde e confira. Boa degustação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário