05/06/2016

Reportagem especial: vinícola Lidio Carraro

Fotos: André Fuzer
Olá, pessoal. A reportagem especial de hoje é com a vinícola Lidio Carraro (http://www.lidiocarraro.com/), de Bento Gonçalves. Eu visitei a vinícola no dia 21/05 e, na ocasião, fui recebido por Isabel Carraro, esposa do Lidio, que me atendeu muito gentilmente e conduziu a entrevista e, posteriormente, as degustações.
Isabel contou que a família Carraro tem origem na região do Vêneto, na Itália. No Brasil, a família sempre trabalhou com a viticultura, porém, inicialmente, vendendo uvas para outras empresas. Já a produção vinícola se iniciou em 1998, sendo a primira vinificação datada de 2002, e a primeira venda, de 2004.
A vinícola, segundo Isabel, trabalha apenas com vinhos de alta qualidade, sendo considerados Premium e Top Premium. Isso significa que a empresa vinifica apenas safras excepcionais, baseadas em três pilares: solo, clima e manejo.
Uma curiosidade sobre o trabalho da Lidio Carraro é o fato de a empresa nao utilizar barricas de carvalho em seus vinhos. Segundo Isabel, isso segue a visão da empresa, que procura atingir “a expressão real da identidade do vinhos segundo solo e clima, com a mínima interferência possível”. Isso certamente demonstra que é feito um rigoroso trabalho na produção vinícola, a fim de que os vinhos demonstrem todo seu potencial da forma mais pura possível.

A linha Faces
 
Faces Merlot 2015
Quando a Lidio Carraro foi escolhida pra representar os vinhos brasileiros na Copa do Mundo de 2014, ela deu início à produção da linha Faces. A linha é composta por três vinhos: um tinto, um branco e um rosé, que têm por característica serem vinhos jovens, frescos, frutados, alegres e leves. Segundo Isabel, a linha foi pensada para refletir a alegria e o gosto do consumidor brasileiro. Vale notar também o rótulo e o nome da linha, que representam a diversidade do povo brasileiro.
A linha Faces continua nas Olimpíadas de 2016. Diferentemente, entretanto, da linha Faces Copa do Mundo, em que os vinhos eram assemblage; a linha Faces Olimpíadas 2016 é composta por 3 varietais: Cardonnay (branco), Pinot Noir (rosé) e Merlot (tinto). A linha mantém, contudo, as características de jovialidade e leveza dos vinhos.

Os vinhos Lidio Carraro
 
Vinhos Lidio Carraro
Na visita, tive a oportunidade de degustar 12 vinhos da Lidio Carraro. Confira abaixo:

Faces Chardonnay 2015: vinho muito frutado e leve, com notas de frutas brancas e cítricas.

Faces Pinot Noir Rosé 2015: possui notas de frutas vermelhas e cítricas bem jovens. Em boca, tem boa acidez, é macio e fresco.

Faces Tinto 2014: assemblage das uvas Merlot, Cabernet Sauvignon e Tannat, é um tinto frutado, com notas de frutas vermelhas jovens. Em boca, tem corpo leve, com boa persistência.
 
Linha Faces
Dádivas Chardonnay 2014: branco intenso, com boa acidez em boca e notas amanteigadas.

Agnus Merlot 2014: de coloração rubi com reflexos violáceos, possui notas de frutas negras maduras e especiarias. Em boca, é potente, com taninos macios.

Agnus Malbec 2015: vinho bastante aveludado, com notas de framboesa no aroma.

Agnus Tannat 2014: com aromas minerais e de especiarias, é um tinto frutado e macio em boca.

Dádivas Tempranillo 2014: diferentemente dos Tempranillo espanhois (normalmente, mais secos), este tinto é frutado e macio. No aroma, possui notas de frutas vermelhas e negras jovens.

Elos Malbec Cabernet 2010: com aromas de frutas negras bem maduras, é um assemblage potente em boca, com boa acidez e persistência.

Elos Touriga Nacional Tannat 2010: de coloração violeta, este vinho é uma explosão aromática, com notas de frutas negras, especiarias e minerais. Em boca, possui excelente acidez, é bem-estruturado e redondo.

Grande Vindima Merlot 2008: vinho que só sai em safras execepcionais, possui aromas frutados, de minerais e herbáceos. Em boca, tem notas defumadas e de mel, além de bom corpo e boa persistência.

Singular Teroldego 2010: de coloração violeta bem escuro, possui aromas de frutas negras e especiarias, como cravo. Em boca, é um vinho encorpado e potente, com boa acidez e muita persistência.

Até a próxima reportagem especial com alguma vinícola igualmente especial. Boa degustação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário